sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Dia Nacional de Combate ao Câncer terá atendimento gratuito

Dermatologistas esclarecerão dúvidas sobre o câncer de pele. Iniciativa ocorre neste sábado em todo o País.

Neste sábado (27/11), dia Nacional do Combate ao Câncer, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o Brasil, a 11ª Campanha Contra o Câncer de Pele.
Para identificar o maior número possível de casos suspeitos de câncer de pele, tumor que mais afeta os brasileiros, serviços dermatológicos realizarão mutirões de atendimento à população, além de distribuir material informativo e ministrarem palestras sobre o tema.

No Estado de São Paulo, serão 36 postos focados em atendimentos, encaminhamentos e biópsias, em 23 cidades. Os atendidos cujos diagnósticos resultarem positivos serão imediatamente encaminhados para tratamento clínico ou cirúrgico, nos serviços credenciados da entidade, sem nenhum custo financeiro ou necessidade de nova consulta.

São Paulo

Na capital paulista, serão mais de 10 locais que prestarão atendimento, das 9h às 15h: Casa de Saúde Santa Marcelina, Hospital AC Camargo, Hospital Beneficência Portuguesa, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, Hospital do Câncer de São Paulo, Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo, Hospital Heliópolis, Hospital Infantil Darcy Vargas, Hospital Ipiranga, Hospital Israelita Albert Einstein - Unidade Paraisópolis, Hospital João Sampaio Góes, Hospital São Paulo e Santa Casa de Misericórdia. Ao todo, no país serão cerca de 170 postos.

No Estado de São Paulo, as cidades que terão atendimento durante o sábado (27) são: Barueri, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Dracena, Guarulhos, Ibiúna, Jaú, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Olímpia, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Jose dos Campos, São José do Rio Preto, São Paulo, Sorocaba e Taubaté.

Todas as demais cidades e os endereços completos estão disponíveis no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) : www.sbd.org.br/campanha/cancer

Quem deve se consultar?

O dermatologista Luiz Roberto Terzian, coordenador da Campanha Contra o Câncer de Pele no Estado de São Paulo, alerta para possíveis manchas que podem ter origem cancerígena.

“É preciso estar atento a alguns sinais e sintomas: manchas ou pintas assimétricas, com bordas irregulares, várias cores ou maiores que 6 milímetros. Também é necessária atenção a lesões como espinhas, verrugas ou feridas que não cicatrizam ou sangram facilmente, normalmente indolores, que podem ser sinais de um câncer de pele. Ao observar uma ou mais dessas características é fundamental consultar um dermatologista”, orienta.

A confirmação da suspeita de câncer de pele acontece no ato do exame, e é indolor. “A detecção do câncer de pele não dói, pois é visual. Pode ser feito exame específico com o auxílio de um dermatoscópio, instrumento que funciona como uma lupa e permite identificar pigmentos e vasos característicos dos tumores de pele”, explica.

Dados de 2009

Cerca de 10% dos atendimentos realizados pela Campanha em 2009 resultaram em casos positivos da doença, que foram devidamente tratados. Estimativas do Instituto do Câncer (Inca) apontam que serão identificados no Brasil cerca de 119.780 novos casos de câncer de pele somente em 2010.

Prevenção para todos

Luiz Roberto Terzian, coordenador da Campanha Contra o Câncer de Pele no Estado de São Paulo, afirma que a radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento do câncer de pele. Todas as pessoas, independentemente da sua tonalidade da pele, devem estar atentas e se proteger quando expostas ao sol.

“Para se prevenir dos efeitos nocivos da luz solar e não desenvolver um câncer de pele, a melhor alternativa é evitar exposição direta ao sol, principalmente entre 10h e 16h, sem a devida proteção. Transformar em hábito algumas medidas simples, como o uso de camisetas, chapéus, óculos escuros e aplicação de protetor solar, são a melhor forma de prevenção”, explica o médico.

Quanto ao protetor solar, é importante que ele tenha no mínimo FPS 30 para as pessoas de pele clara, e seja reaplicado a cada 2 horas quando da exposição constante aos raios solares. “Esse é o caso de vendedores ambulantes, officeboys, garis e praticantes de esportes a céu aberto, por exemplo. E com a chegada do verão e o aumento da freqüência da população nas praias, a atenção deve ser redobrada”, ressalta o especialista.

Serviço

11ª Campanha Contra o Câncer de Pele
Data: 27 de novembro de 2010
Horário: das 9h às 15h

Fonte:IG

Um comentário:

  1. Oi Cristina,

    Parabéns pelo seu blogue... Assuntos muito pertinentes, doação de sangue, câncer, eu ainda vou incluí-los no meiu blogue, como você sabe quero fazer um portal de ajuda, mas esse portal está sendo construído devagar, com carinho e dedicação. Abro o canal do meu blogue pra você, caso tenha alguma matéria sobre assuntos de ajuda relacioandas aos temas que você mais cobre terei meu espaço aberto para incluir a matéria de forma conjunta com você e fazendo apontamento para seu blogue. Olhe lá depois, fiz uma desse tipo. Gerando mais visualizações do seu propósito.

    Em breve vou listar os blogues que quero dar um prêmio, o seu blogue está incluído. Siga lá...

    Abraços
    Apoena
    Zona de Equilíbrio

    ResponderExcluir

WWF

Seja um Voluntário


Procure uma entidade beneficente: